top of page
  • ressoameucanto

DIA #13

Atualizado: 14 de fev.

Uau. Ontem a noite começou com uns amigos numa festa de carnaval num bar aqui da praia em que éramos os únicos foliões. Resolvi me fantasiar de sereia pois já tinha roupas estilo Ariel em casa e só precisava a maquiagem que a Marta ajudou a fazer. Depois de pronta quase desisti de ir. Bateu uma preguiça seguida por tristezinha. Mas coloquei um casacão e fiz um chocolate quente para beber no caminho, ouvindo mantras. Chegando lá era como se fosse uma festa particular com DJ exclusivo e uma pista de dança inteira para brincar e bailar. E mexer o corpo sempre me traz de volta e me faz feliz. Foi incrível! Demos tudo, dançando loucamente como se não houvesse amanhã, pois achávamos que a noite terminaria por ali. Mas enfim decidimos aproveitar as fantasias e a super energia e ir para uma festa em Lisboa, na fábrica Braço de Prata, com Lisbloco, forró e muitas bandas. Não conhecia esse lugar, mas era surreal. Fiquei curiosa para voltar lá de novo. Lisbloco foi ótimo e depois a Maluco Beleza entrou na pista para ficar até 2h da manhã. Um clima muito Brasil, pessoas lindas, legais, divertidas. Todo mundo cantando e dançando junto. Foi um desses momentos que aquecem a alma. Amo morar em Portugal e amo que tenham muitas brasilidades e latinidades por aqui.


Acho que tudo que eu dancei sexta e ontem vale por 1 mês de ginástica! Enas duas vezes achei que mal caminharia no dia seguinte, mas meu corpinho é forte. Acordei e fiz faxina (pesada!) junto com a Denise e a única coisa que sinto é sono.


Minha mente também deixou cair o véu de ilusão que pairava sobre mim nesse último mês e meu coração pode sentir a realidade dos meus sentimentos com mais clareza e perceber que era muito mais apego a uma ideia de algo que quero viver, mas que quero viver com alguém de energia em alta vibração, sem vícios, sem fugas, sem ausências repentinas e silêncios mórbidos.

Agora que estou conseguindo voltar para mim, vejo muitas coisas que não fazem sentido mais na minha vida. E uma delas é o álcool. Ontem na festa percebi o quanto não curto essa energia. Quase não bebi no Brasil e menos ainda agora e sinto-me tão bem estando presente e curtindo os lugares e as pessoas com a consciência atenta sentindo a energia pulsando.


Foi ótimo acordar e sentir tudo isso. A frase que me veio à mente foi "o amor, para ser belo, não precisa ser eterno", de Júlio Dantas (que acabo de descobrir ser um autor português). E é isso. Foi bom enquanto durou e que venham as próximas aventuras. Sei que ainda vai levar um tempo "pra fechar o que feriu por dentro" (como diz Lulu Santos), mas ao contrário da humanidade acho que meus não são de formiga e tem muita vontade. E, nesse momento estou tão bem comigo e minha companhia e minha quietude e meus projetos que nem tenho interesse em conhecer outra pessoa, nem me envolver com ninguém. Além disso, é inverno. E invernos são meu período de hibernação. Amo o confortinho solitário da minha toca e das minhas cobertas, são como um abraço de urso.


Hoje antes de sair para o trabalho tive que descansar um pouco, estava exausta pelo bailinho de ontem. Dormi. Acordei muito tonta e com uma vontade absurda de comer carne. Procurei restaurantes carnívoros abertos e resolvi comer um prego (bife no pão) que estava delicioso e cheio de alho (amo). Senti minha energia aterrar um pouco nessa hora, mas ainda assim voltei e descansei mais um pouco. Meu coração estava sintonizado com alguma coisa. Sentia que precisava ouvi-lo. Acordei e decidi bloquear pessoas das quais eu quero desapegar (uma em específico, da qual tenho falado muito, mas que não merece minha energia). E isso me deu uma sensação de vazio e alívio ao mesmo tempo. Fui para o trabalho, saí de lá e passei pelo mar. E era como se eu estivesse livre, leve e solta novamente. Uma energia de estar tão bem comigo que até me sentia grande e flutuando pela praia. Que delícia. Hoje estou bem feliz de estar sozinha, de não ter que dividir minha atenção com ninguém, de ter que me preocupar só com a minha vida e com os meus problemas, de ter que viver só os meus sonhos. Uma vontade de criar tantas coisas invadiu minha alma numa inspiração profunda, senti como se a única coisa que eu precisasse fazer nesse mundo fosse trabalhar para mim e por mim, conectada com a grande sabedoria cósmica, obviamente. Lembrei das minhas práticas e rituais e quero viver de novo essa conexão forte com a fonte. Apesar de que hoje tirei uma carta sobre isso e ela disse-me que estou muito mais conectada do que imagino. E, sim, sinto que estou mesmo percebendo muitos sinais sutis. Mas quero despertar ainda mais todos os sentidos. Ver e ouvir tudo o que os mestres tem a me dizer. Decidi 4 coisas que iniciarei amanhã:

. água: amanhã, dia de São Valentin, vou entregar para Iemanjá o que ela tanto quer e deixar ir o que já não é e que já nem sei se um dia foi

. terra: voltarei para minha prática matinal de yoga e meditação começando por 21 dias, junto com um detox alimentar, emocional, mental, vibracional

. fogo: vou colocar em prática minha lista de coisas que amo fazer para incluir na minha vida, já com planejamento de datas e tals como nadar, correr, jogar vôlei, andar de bike, fazer trilhas, tocar, cantar, assistir concertos, criar em grupo, ativismo, voluntariado.

. ar: desenhar o plano completo de ação com prazos de execução para meus novos projetos (yoga, coletivo, aurora, circulo, tarot, trilha, crono).


Esse ano vou trabalhar para mim e por mim. Quero mais verdade, conexão interior e divina e profundidade na minha forma de ver e viver a vida, nas minhas relações e no meu trabalho.

E sinto que será um ano brilhante!!




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DIA #13 . 12/03/2024

Hoje pela manhã rolou encontro no sofá. de todas nós, tomamos café juntas e conversamos bastante sobre nossos dilemas da vida atualmente. E deixei a yoga para a tarde. Aproveitei para limpar a casa e

DIA #12 . 11/03/2024

Hoje fiz a prática antes de ir trabalhar. Não estava com muita vontade de ir para o tapete, mas meu comprometimento comigo está bem forte e tenho orgulho disso. Não coloquei intenção. Comecei com medi

DIA #11 . 10/03/2024

Hoje fiz a prática pela manhã, arrumei o quarto e fui para o tapete, pois estava na minha folga. Confesso que a mente estava a mil, querendo fazer várias coisas e sim, esse foi meu desafio. Encontrar

Comments


bottom of page